Publicado em

De Corpo Presente

No texto A família institucional e fantasmática do analista, o psicanalista italiano Stefano Bolognini descreve com beleza poética como, ao longo dos anos, em seminários e encontros institucionais com colegas, dava por si a recordar-se de momentos da sua infância em que, ao redor de uma mesa comprida “na grande cozinha da casa de campo”, via reunida a sua família alargada (avós, pais, tios, primos, irmãos e vários parentes). Lembra-se de serem encontros “memoráveis e vivos” para cada um dos participantes. Ano após ano, as Jornadas Internas do Instituto Português de Psicanálise são um desses momentos ricos, fecundos e acolhedores de (re)encontro com a nossa família institucional

Continuar a ler De Corpo Presente
Publicado em

“A terceira margem”
 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra – 
Anozero19

Uma conversa com Carlos Antunes no Mosteiro, numa imensa mesa para pensar com um imenso ortofotomapa , que nos abre para um plano da cidade do tamanho do mundo. Uma história, um caminho e uma identidade de vanguarda, muitas lutas mas sobretudo “The beginning of a memory”. Palavras de um profundo impacto estético que intercetam com a literatura, a filosofia, a intervenção político-social, o urbanismo.

A Bienal de Arte Contemporânea nasce em 2015 no Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC),um lugar singular que alterou o paradigma da arte em Portugal.

Continuar a ler “A terceira margem”
 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra – 
Anozero19
Publicado em

Open Day

No próximo dia 8 de novembro pelas 18 horas terá lugar o “Open Day” da Sociedade Portuguesa de Psicanálise. Abrem-se as portas da sede, na avenida da República 97, para que todos os que identifiquem em si o desejo de conhecer, aproximar ou abraçar a Psicanálise, possam aí encontrar um espaço de apresentação, diálogo e reflexão sobre a psicanálise e as principais atividades da Sociedade Portuguesa de Psicanálise e os seus Institutos de Lisboa e Porto.

Nesse dia teremos oportunidade de, num tempo que se prevê de agradável convívio, dar a conhecer gratuitamente, de forma breve, mas apelativa e esclarecedora, as raízes do pensamento psicanalítico em Portugal, o seu desenvolvimento e situação atual.

Continuar a ler Open Day
Publicado em

O amor redime o mundo diziam eles/ mas onde está o mundo senão aqui?

Setembro 2015:  Alan Kurdi, o menino encontrado morto numa praia da Turquia, desperta a nossa consciência adormecida para os que tentam chegar à Europa escapando às guerras, às perseguições e à pobreza. “Se esta imagem não mudar as atitudes da Europa com relação aos refugiados, o que mudará?”, questionava o jornal britânico Independent

Agosto 2017: Omran Daqneesh, o menino de cinco anos sentado no banco de uma ambulância, de olhar atordoado e com o rosto coberto de sangue, ferido num ataque à cidade síria de Aleppo, desperta-nos de novo. 

Continuar a ler O amor redime o mundo diziam eles/ mas onde está o mundo senão aqui?
Publicado em

O Sentido Figurado de Carlos Farinha

Inaugurou dia 3 de Outubro no Museu do Oriente uma exposição do pintor Carlos Farinha, juntando trabalhos relacionados com Macau e também quadros de grande formato relacionados com algumas cidades – “A Grande Alface”, “Porto Sentido”, “Proença-a-Nova” – e mesmo com o mundo – “My Mapa-Mundi”.

Carlos Farinha é um artista português, que cresceu em França e veio para Portugal aos 15 anos. Ainda hoje permanece no seu sotaque esta herança francesa, conferindo-lhe uma dupla identidade que certamente influencia o seu modo muito particular de representar a experiência humana. Começando por estudar escultura, acaba por se interessar pela performance e sobretudo pela pintura.

Os seus quadros são telas vivas, cheias de movimento, de cor e de emoção, nas quais encontramos sempre novos detalhes que ainda não havíamos visto antes. Como se fossem construídos em camadas, há elementos imediatamente visíveis, há outros elementos que só se reparam após um olhar mais demorado e há ainda elementos escondidos, que podem nunca ser identificados.

Continuar a ler O Sentido Figurado de Carlos Farinha
Publicado em

Nota de leitura

O “Desenho Infantil – espelho do mundo interno da criança”, obra de Orlando Fialho com prefácio do Professor Didier Houzel, consiste numa investigação que tem por base o desenho da família. 

A primeira parte deste livro, é dedicada à história da evolução do desenho, que tem início no homem pré-histórico ao deixar as suas marcas nas grutas. Como refere o autor, quer no homem pré-histórico quer na criança, estamos perante o que mais tarde, virá a ser o desenho intencional; já sinal de uma enorme evolução, tanto da espécie como do ser humano em si próprio. 

Continuar a ler Nota de leitura
Publicado em

A psicanálise da criança e do adolescente num mundo em mudança

Cem anos após a sua origem, falar de Psicanálise da Criança e do Adolescente permanece actual e revigorante. O encontro, proporcionado pela Sociedade Britânica de Psicanálise, que teve lugar em Julho em Londres, revelou ser um bom exemplo de que a psicanálise da criança se tornou num método de, antecipadamente, aceder ao que na vida adulta possa revelar-se como sentimentos de vazio ou trauma desestruturante.

Continuar a ler A psicanálise da criança e do adolescente num mundo em mudança
Publicado em

Dor e Glória: as Catacumbas de Almodóvar

Em Dor e Glória, Pedro Almodóvar narra-nos a história (de cariz auto-biográfico) de Salvador Mallo, um realizador de cinema em plena retirada depressiva. Jovem promissor, sobredotado, Salvador faz um percurso que o leva ao reconhecimento, encontrando-se, no momento presente do filme, preso à dor / sofrimento, no seu sentido mais amplo.

Continuar a ler Dor e Glória: as Catacumbas de Almodóvar
Publicado em

Psicanálise e Prevenção da saúde mental na adolescência

A prevenção é a área dos cuidados que tem como objetivo evitar uma perturbação, retardar o seu aparecimento ou diminuir o impacto negativo que pode ter na vida das pessoas.

O ser humano é o ser que nasce mais dependente do ambiente para sobreviver e a construção de laços significativos com as outras pessoas faz parte integrante do desenvolvimento saudável. Utilizando a linguagem da prevenção, as relações afetivas são fatores de proteção, ou fatores de risco, quando faltam ou falham.

Continuar a ler Psicanálise e Prevenção da saúde mental na adolescência
Publicado em

A polissemia do feminino: “Paula Rego – Histórias e Segredos”

Paula Rego (PR) foi a mulher-artista escolhida como âncora e simultaneamente gatilho para uma mesa no Congresso da IPA sobre o Feminino, em Londres, em Julho de 2019. Será visualizado o documentário realizado pelo seu filho Nick Willing, cujo título “histórias e segredos”, condensa a mestria genial de PR ao desenhar/pintar histórias que revelam/escondem segredos. E sabendo que todas as histórias contém segredos e qualquer narrativa é uma ficção, os seus quadros mostram espantosas e inquietantes “narrativas figuradas” do feminino.

Continuar a ler A polissemia do feminino: “Paula Rego – Histórias e Segredos”