Publicado em

Webinar IPA: Masculinidades – 21 de Maio 2021

Webinar da IPA subordinado ao tema “Masculinidades”, pelas 17h (hora portuguesa) tendo como participantes Miguel Calmon du Pin e Almeida, Cândida Sé Holovko e  Rui Aragão Oliveira da SPP  e, como moderador, Carlos Gari Faria.

Para se inscrever basta aceder ao link abaixo indicado.

Registro (gotowebinar.com)


Webinar: Masculinidades   sexta-feira 21 de maio, 16:00-17:30 BST (Encontrará seu horário local na página de inscrição.)   This webinar will be hosted in Portuguese. Este seminário será realizado na língua portuguesa.   Moderador: Carlos Gari Faria Palestrantes: Miguel Calmon du Pin e Almeida, Cândida Sé Holovko, Rui Aragão Oliveira   Neste Webinar serão abordadas algumas questões ligadas à construção das diferentes masculinidades e suas possíveis vicissitudes, considerando que as diferentes concepções de “masculino” no homem estão impregnadas pelo que cada cultura determina como ideal de masculinidade e pelas inter-relações e impactos destes mandatos na construção das subjetividades.   Com isso, partindo da noção de que as masculinidades não podem ser pensadas em função de uma natureza essencial dos homens, mas que, ao contrário, é construída nos inter-jogos psíquicos com seus cuidadores, o objetivo deste Webinar é evocar uma reflexão sobre o tema da masculinidade levando em consideração a relação intrínseca entre sujeito e cultura.   Ademais, sabe-se que a comunicação enquadra os principais elementos do funcionamento inconsciente envolvidos na criação e organização interna de tal concepção. Logo, o inconsciente, o infantil, o traumático, o estranho, presentes em tudo o que somos e fazemos, para sua representação, para este necessário nó entre o coletivo e o individual, exigem a dupla presença expressa pelas funções materna e paterna.   Inscreva-se gratuitamente no link abaixo; se você não puder participar da sessão ao vivo, mas gostaria de receber uma cópia da gravação, por favor, continue a se inscrever para receber um link de acesso automaticamente em seu e-mail depois de terminado o seminário.    

Para mais informações, por favor visite o site da IPA, clique aqui.   Silvia Wajnbuch Coordenadora de Webinars   Romolo Petrini Presidente do Conselho Editorial do Site da IPA
Publicado em

Grupo de Reflexão SPP 2020/2021 – “Adolescente e Jovem Adulto” por Ana Catarina Duarte Silva Candidaturas abertas: até de 25 Novembro 2020

O início da vida adulta coincide muitas vezes com a entrada para o mundo do trabalho e, para muitos, com o fim da vida académica, constitui-se como um período extremamente rico e dinâmico, cheio de potencial positivo, contendo, no entanto, a sua contra-parte de risco. A novidade das relações profissionais, com os pares, com as chefias, reactiva sentimentos mais antigos pré-edipianos e edipianos, emergindo nos jovens estados infantis e adolescentes da mente, que se por um lado podem ser fonte de criatividade, podem também incorrer para o pólo oposto, deixando os jovens confusos, perplexos e desencontrados. Isto, porque neste palco mental figuram as questões do narcisismo, da confirmação da auto-imagem e do sentimento de si, exigindo da parte do jovem adulto, a mobilização de recursos adquiridos durante o desenvolvimento psicossexual, nomeadamente nos movimentos de dependência, autonomia, separação e luto.

Por este período ser ainda bastante plástico e moldável, a compreensão psicanalítica dos processos internos em jogo neste tempo de mudança na vida de um jovem, possibilita um óptimo amparo para que este se encontre consigo próprio e com o Outro. A partir da análise das situações expostas, perceber e reflectir analíticamente a dinâmica das relações, contribui para o bom desenvolvimento do bem estar interno e externo do jovem, ao invés de o deixar preso e bloqueado a esta problemática, empobrecendo-o, e não o deixando crescer, amadurecer e enriquecer pelo aprender com a experiência, que estas novas vivências lhe podem trazer.

São estes os aspectos que proponho reflectir nas sessões de supervisão institucional, de forma a ilustrar a importância e a contemporaneidade do pensamento analítico para uma melhor compreensão das dinâmicas internas e externas do nosso contexto sócio-cultural vigente.

Participantes: Aberto a psicólogos, pedopsiquiatras, psiquiatras, assistentes sociais, educadores, terapeutas da fala, enfermeiros ou qualquer profissional que deseja um espaço de reflexão em termos psicodinâmicos;

Grupo: 6 a 10 participantes;

Local: Sede da SPP, presencial ou por Zoom de acordo com as indicações;

Duração/Regularidade: Início em Dezembro 2020, 8 sessões por ano lectivo, uma vez por mês, às 5 feiras, das 21h às 23h;

Pagamento: 15 €/participante/sessão, totalizando 120 €. Uma vez realizada a inscrição, o pagamento total será vinculativo podendo ser parcelado em três vezes: na inscrição, até final de Fevereiro e até final Maio.

Datas previstas: 10 Dezembro 2020; 7 Janeiro, 4 Fevereiro, 4 Março, 1 Abril, 6 Maio, 17 Junho, 1 Julho de 2021.

Candidatura: Envio de carta apresentação/motivação para o e-mail: sppsicanalise2013@gmail.com

Publicado em

Vira(l)Solidariedade – Rede de Apoio Telefónico da SPP

Vira(l)Solidariedade

Confrontados com a nossa fragilidade face à estranheza de uma ameaça que pode vir do contacto com o outro, pondo em risco a nossa vida e a dos que amamos, podemos refugiar-nos no isolamento, não no isolamento social (que é importantíssimo respeitar), mas no isolamento paralisante a que o medo ou, pior, o egocentrismo nos conduzem tantas vezes. Mas face a esse inquietante, podemos também tentar colocar a nossa criatividade e saber, enquanto Psicanalistas, ao serviço do colectivo.

A Psicanálise é, na minha perspectiva, uma concepção profundamente humanista. Nesse sentido, a Direcção da SPP apela à generosidade dos seus Sócios, tantas vezes já demonstrada, para disponibilizarem algumas horas do seu dia ou da sua semana (gratuitamente), para uma escuta e devolução psicanalíticas, através de um contacto telefónico. Um contexto de estado de emergência, como o que foi decretado pelo nosso Governo, exige-nos uma rápida adaptação à mudança de setting, sem perda da identidade e ética de psicanalistas. E este é o apelo e desafio que se nos coloca também enquanto cidadãos e cidadãs.

Como psicanalistas defendemos a procura da verdade e sabemos como a falta de informação, ou o boato, podem aumentar o estado ansiogénico e/ou confusional. Sabemos também que o motor da nossa profissão é o desejo de construção através da transformação.

A tarefa que se coloca a todos nós é árdua mas não será um vírus, por mais danificante e ameaçador que seja, que nos levará ao desperdício do tempo e da vida.

Assim, conseguimos um apoio da Altice Portugal que nos disponibiliza e centraliza um serviço de chamadas gratuitas com um atendimento diário, das 8h -24h (incluindo sábado e domingo). O novo número é o

📞 300 051 920

Obviamente, todos estamos sujeitos a um Código de Ética, não devendo ser fornecidos contactos pessoais para posteriores acompanhamentos. 

São momentos inéditos como estes que mais nos podem humanizar e fazer não desistir da aparente utopia de criar um Mundo em maior harmonia com cada um de nós, com o outro e com a sociedade em geral.

Cordiais cumprimentos,

    A Presidente  da Direcção

     Luísa Branco Vicente     

Publicado em

Falecimento Psicanalista – Annie Anzieu

Annie Anzieu

No passado mês de Novembro morreu Annie Anzieu. Foi presidente e co-fundadora da  “Association pour la Psychanalyse de l’Enfant”, mais tarde “Société Européenne pour la Psychanalyse de l’Enfant et de l’Adolescent” de que foi vice-presidente. Teve um papel fundamental no reconhecimeto da psicanálise da criança e do adolescente no seio da IPA, área onde se destacou. Lamentamos  mais esta perda na comunidade psicanalítica.

Publicado em

Falecimento Prof. Dr. Carlos Amaral Dias

Carlos Amaral Dias tem um lugar ímpar na história da Psicanálise em Portugal.

Brilhante comunicador, presença marcante no meio universitário, foi um intelectual atento ao Mundo actual.

Tem uma vasta obra publicada de grande alcance e profundidade, que reflecte o olhar activo de um Psicanalista excepcional.

Marcou múltiplas gerações de psicanalistas, psiquiatras, psicólogos, de outros profissionais de saúde mental, simples curiosos e inquietos. Um pensador estimulante e entusiasta.

A sua presença na Sociedade Portuguesa de Psicanálise, onde foi Presidente da Direcção,  Presidente da Comissão de Ensino e Director da Revista, será para todo o sempre recordada com saudade.

Os nossos sentidos pêsames aos seus familiares.

Rui Aragão Oliveira

Presidente da Sociedade Portuguesa de Psicanálise

Publicado em

Falecimento Psicanalista – Neville Symington

É com profundo pesar que anunciamos a morte de Neville Symington, membro da Sociedade Britânica e ex-presidente da Sociedade Psicanalítica Australiana e do Instituto de Psicanálise de Sydney, com uma obra ímpar reconhecida internacionalmente e com fortes relações familiares em Portugal.

Colaborou sempre de forma generosa com a SPP, em particular o IFTP, influenciando várias gerações de psicanalistas portugueses.

Os nossos pêsames aos seus familiares e amigos.