Publicado em

In memoriam

Ao descer a arriba que separa a praia do Meco do frondoso pinhal, avistámos um vulto cinzento e arredondado que parecia ter sido abandonado à beira-mar. Inerte e pesado, apenas o bater das ondas o fazia mover-se, de forma desarmoniosa, oferecendo resistência à doce fluidez daquela manhã de outono.  Continuar a ler In memoriam

Publicado em

Biblioteca Pedro Luzes

Há espaços que naturalmente nos transportam para atmosferas imaginárias. Mas, como pode um espaço pôr-nos em contacto com uma presença humana? Como podem livros falar-nos sobre alguém que não apenas o seu autor, o seu emaranhado silábico ou novelo narrativo? Como pode um ambiente fechado, silencioso, fazer-nos contactar com os movimentos de quem o desenhou, o alimentou, o viveu?

Continuar a ler Biblioteca Pedro Luzes

Publicado em

O Mundo na mão do meu tio Elói

Na década de 80, quando Portugal vivia intensamente um contacto genuíno com a liberdade recentemente conquistada, as fronteiras dissipavam-se e as oportunidades multiplicavam-se. O acesso a informação e ao mercado de sofisticação tecnológica em franca expansão desencadeava um entusiasmo criativo, que evocava uma potencial e renovada esperança revolucionária. Continuar a ler O Mundo na mão do meu tio Elói

Publicado em

Trigésima Conferência Anual da Federação Europeia de Psicanálise (FEP)

A trigésima Conferência Anual da Federação Europeia (FEP) realizou-se, de 6 a 9 de Abril de 2017, em Haia – Holanda. O tema deste evento – inspirado nos diferentes acontecimentos políticos e sociais observados em vários países do mundo – foi, nas três línguas oficias da conferência: “Le propre et l’ étranger”, “The Familiar and the Unfamiliar”, “Das Eigene und das Fremde”.

Continuar a ler Trigésima Conferência Anual da Federação Europeia de Psicanálise (FEP)

Publicado em

Da Liberdade e do Medo – Revista Portuguesa de Psicanálise 37 (1)

A Revista Portuguesa de Psicanálise (RPP) dedica o número 37 (1) a um conjunto de artigos, conferências, comunicações e ensaios que foram apresentados, em Abril de 2016, no XXVII Colóquio da Sociedade Portuguesa de Psicanálise, “Da Liberdade e do Medo”. Nesse espaço de diálogo foram-se tecendo e criando pontes, de forma a encontrar ligações entre as experiências teóricas e clínicas da psicanálise com as diversas áreas da cultura presentes neste evento. Continuar a ler Da Liberdade e do Medo – Revista Portuguesa de Psicanálise 37 (1)